quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

Coragem de viver

"A marca que o meu avô me deixou
é que ele chegou ao Brasil com quase 70 anos, sem falar português.
Nessa idade e circunstâncias, muita gente já pensaria em se aposentar
e passar o resto dos dias adormecidos para a vida.

Nesses 20 e poucos anos de Brasil,
o meu avô foi o precursor e divulgador do Tai Chi.
Ele teve centenas de discípulos,
deu palestras sobre longevidade no Brasil, Argentina e México.

Trabalhou até o seu último dia e transformou a vida de muita gente.
Isso tudo já nos seus 80 anos de idade e sempre com muita força, energia e bom humor.

O meu avô é uma inspiração para mim,
um exemplo de que “nunca é tarde demais”,
“nunca somos velhos demais”,
de que a vida é muito bonita pra deixar de ser vivida
e que ela independe da idade física."


Miriam Liu, neta do Mestre Liu Pai Lin
trecho do texto "Palavras de uma neta...",
publicado na Revista Tai Chi Brasil nº 1 - Set-Out 2009, página 13.

Nenhum comentário:

Postar um comentário